Viledon App
Freudenberg Filtration Technologies
Filtração de ar

O consumo de energia é visível

Classificação de eficiência energética conforme a EUROVENT 4/21

Os crescentes custos de energia e a necessidade de reduzir emissões de CO2 estão cada vez chamando mais a atenção para o consumo de energia dos sistemas de climatização e ventilação. Em toda a Europa, entre 10% e 20% de todo o consumo de energia elétrica em aplicações industriais e comerciais são usados para operar ventiladores em sistemas de climatização e ventilação. Aproximadamente um terço dessa energia é necessária para vencer a resistência ao fluxo (perda de carga) dos filtros de ar. Medidas de economia de energia envolvem atualizar o sistema ou equipá-lo com ventiladores de alta eficiência controlados por frequência. Nesse contexto, um método relativamente simples e eficaz de obter reduções significativas de custos é usar os filtros de ar Viledon de alta qualidade e altamente eficientes em termos energéticos. É claro que nenhum dos aspectos de proteção pode ser ignorado. Em última análise, a chave é encontrar a combinação ideal de eficiência de filtro necessária com o menor consumo de energia possível. A fim de facilitar para os usuários finais a seleção de filtros de ar com maior eficiência energética, os especialistas da Freudenberg Filtration Technologies desenvolveram um sistema de classificação de energia há alguns anos. Com base em pesquisas feitas durante a elaboração dessa norma, a nova diretriz "EUROVENT 4/11" foi recentemente publicada pela Comissão Europeia de Fabricantes de Equipamentos para Tratamento de Ar e Refrigeração (EUROVENT). A EUROVENT 4/21 define um novo sistema europeu de classificação de eficiência energética para filtros de ar.

No método de laboratório para testes de filtros de ar descrito na norma européia EN 779, são analisadas a eficiência de filtração e a diferença de pressão em função da carga de poeira. Esse procedimento de teste usa poeira de teste sintética ASHRAE. A partir da média de diferença de pressão calculada no decorrer do carregamento de pó, pode ser calculado um nível representativo de consumo de energia. Com base nesses números, então, é possível simular em laboratório o desempenho energético de um filtro em um período operacional de um ano. Esse valor energético representativo é usado para classificar filtros de ar em classes de eficiência energética.
* Conforme EN 779:2012 | ** Eficiência mínima
*** Limite de carregamento de pó pelo teste de poeira ASHRAE

Reduza os custos de energia com filtros de ar Viledon

Os ventiladores em sistemas HVAC consomem energia elétrica durante a operação, por exemplo, para superar a resistência dos filtros. No caso de ventiladores com velocidade variável o consumo de energia irá aumentar continuamente, como resultado da queda de pressão dos filtros de ar. Muitos filtros convencionais apresentam um comportamento de resistência desfavorável. Atuar de forma sustentável significa reduzir as quedas de pressão nos sistemas de filtro de ar para economizar energia, evitar custos desnecessários e reduzir as emissões de CO2.

Para a operação com energia otimizada dos sistemas HVACs – e ao mesmo tempo encontrar o filtro mais adequado para garantir uma boa qualidade do ar interiror – Nós recomendamos filtros Viledon com eficiência energética de classe A e B. Estes filtros possuem uma grande capacidade de retenção de pó, combinada com uma baixa curva da queda de pressão, o que causa um baixo consumo de energia. 

As classes de eficiência energética EUROVENT ajudará você a selecionar os filtros de ar apropriados e melhorar significativamente o balanço de energia do seu sistema com filtros de ar Viledon. Note os rótulos EUROVENT na embalagem dos nossos produtos - Eles mostram o consumo de energia dos filtros de ar Viledon. 

* Conforme EN 779:2012
** Conforme EUROVENT 4/21, avaliado a 3,400 m3/h
*** O consumo anual de energia especificado é o resultado de testes de laboratório utilizando pó de teste sintético e refere-se apenas a proporção do consumo de energia total atribuível a resistência ao fluxo através do filtro. O consumo anual de energia de um sistema HVAC em operação pode divergir significativamente em condições operacionais reais.